Vereadores criticam divulgações maldosas feitas na rede social Facebbok e processam seus autores

11/12/2015 - Gerais

Os nove vereadores da Câmara Municipal de Itajobi resolveram deixar o silencio e criticaram duramente na Tribuna Legislativa as postagens maldosas feitas por internautas na Rede Social Facebook, se utilizando de palavras ofensivas a moral e aos bons constumes. Além de criticar na Tribuna Legislativa, os vereadores também decidiram registrar um boletim de ocorrências e processar os internautas por crimes virtuais.
Durante a sessão Legislativa da última segunda-feira, os vereadores Clodovil Aizza, Marquinho Advogado e Toninho Chefe, fizeram uso da Tribuna Legislativa para criticar a forma agressiva como todos vereadores foram afetados pelas postagens nas Redes Sociais. 
“Não é admissível que pessoas desinformadas possam ficar atacando essa Casa de Leis. Aqui somos todos adultos e trabalhamos pela população. Fixar os vencimentos da próxima Legislatura é uma obrigação nossa. Como ficou provado que os novos valores iriam dar impacto financeiro vamos acatar o veto do prefeito e extinguimos o projeto”, disse Clodovil. 
Já o vereador Marquinho Advogado foi mais agressivo na sua fala, alertando que, “todos aqui temos família, temos filhos. Antes de fazer esse tipo de acusação é preciso ter pelo menos ter noção do grau de ofensa que estão cometendo e os danos morais e pessoais que essas ofensas vão causar na vida de cada um dos vereadores”, disse o vereador, ao destacar que tudo foi encaminhado ao Jurídico da Câmara e um boletim de Ocorrência já foi registrado. 
O presidente da Câmara Toninho Chefe foi breve em suas palavras, mas deixou claro que, “podemos ter até um pouco menos de estudo e ser pessoas simples que trabalham na roça e não sabe direito mexer nesse negócio de internet, mas uma coisa é certa, somos todos honestos e disso não abrimos mão. Por isso, não aceito ser chamado de vagabundo, sujo ou ladrão como fomos chamados por pessoas que nem conhece a minha vida”.
As copias feitas a partir das próprias postagens na Rede Social Facebook, foi encaminhada para a Delegacia de Policia de Itajobi, onde foi registrado um Boletim de Ocorrência e instaurado um Inquérito Policial para identificar e intimar os autores das ofensas para depor e se explicar. Após as diligencias policiais o caso será encaminhado ao Poder Judiciário para instaução de um processo de danos morais, injuria e difamação. A ação segue contra os autores das ofensas, bem como a Rede Social Facebook.